Publicações

O essencial do publicado em livros ou revistas mais diretamente relacionado com o trabalho académico.
Não se refere aqui a numerosa produção dispersa (crónicas, reportagens, traduções, recensões críticas, poesia e outra criação) surgida regularmente, desde 1971, em diversas publicações periódicas de natureza cultural, política ou informativa, tanto em suporte físico como digital.

2013
«“O cativeiro constrói” – A ideia de redenção na literatura do Gulag», in Holodomor. A Desconhecida Tragédia Ucraniana (1932-1933), org. de Béata Cieszyńska e José Eduardo Franco. Coimbra: Grácio Editor, 2013, pp. 183-190.

2012
«O Chefe Comunista» (co-autoria de Miguel Cardina), in Grandes Chefes da História de Portugal, coord. de Ernesto Castro Leal e José Pedro Zuquete, Lisboa, Texto, 2012, pp. 287-309
Entradas “25 de Abril”, “Grécia”, “Ideologia” e “Média”, in Dicionário das Crises e das Alternativas, ob. Coletiva, Coimbra, Livraria Almedina – Centro de Estudos Sociais, 2012, pp. 15, 112, 121 e 141.

2011
«Estudantes em movimento: uma tipologia localizada da reivindicação», in revista Vírus. Passado e Presente das Lutas Estudantis, no. 12, Abril-Maio de 2011, pp. 3-8.

2010
«’Povo pop’, mudança cultural e dissensão», in Como Se Faz Um Povo. Ensaios em História Contemporânea de Portugal, coordenação de José Neves, Lisboa, Tinta-da-China, 2010, pp. 441-454.

2009
Outubro
. Coimbra, Angelus Novus, 2009.
«Spartakus em Berlim» in Tambores na Noite. Manual de leitura, folheto para a peço homónima de Bertolt Brecht, Porto, Teatro Nacional de São João, 2009, p. 18-20.

2008
«D. João V, Rei-Sol», in Leituras da História, São Paulo, no. 11, 2008, pp. 34-41.
«Pode um herói?», in Platónov, folheto para a peço homónima de Anton Tchekov, Porto, Teatro Nacional de São João, 2008, p. 20.
`«Imaginar o passado, agora», in Via Latina. Ad Libitum, no. 5, série VI, 2008, pp. 130-133.
«Mudança e participação em 50 anos de vida», in Construção de Gerações, publicação da Comissão Organizadora dos 120 Anos da AAC, coord. de Joel Vasconcelos, Coimbra, BookpaperDesign, 2008, pp. 17-19.

2007
Do Activismo à Indiferença. Movimentos Estudantis em Coimbra, em co-autoria com Elísio Estanque, Lisboa, Imprensa de Ciências Sociais, 2007.
«Coimbra: a luta estudantil e o património identitário da cidade», in Um Século de Lutas Académicas, coord. de Amadeu Carvalho Homem, Coimbra, Editorial Moura Pinto, 2007, pp. 123-150.
«Origem e significado do dia do estudante», in Dia do Estudante. 24 de Março, 45 anos depois, Coimbra, Associação Académica de Coimbra, 2007, s.p.
«Nostalgia & Utopia», in A Um Dia do Paraíso, coord. André Brito Correia, Evelina Marques e Margarida Wellenkamp, Porto, Panmixia, 2007, pp. 26-32.

2006
“Contestação do regime e tentação da luta armada sob o marcelismo”. in Revista Portuguesa de História, nº 37, Coimbra, 2005(2006), pp. 65-104.
Anos Inquietos, Vozes do Movimento Estudantil em Coimbra (1961-1974). Org. de Rui Bebiano e Maria Manuela Cruzeiro. Porto, Afrontamento.

2005
“Nostalgia e utopia no declínio do Estado Novo”. Actas do Colóquio Saberes Partilhados: O Espaço da Utopia na Cultura Portuguesa (no prelo).

2004
“A reidentificação do feminino e a polémica sobre a ‘Carta a uma Jovem Portuguesa’”, Revista de História das Ideias, nº 25, Coimbra, 2004, pp. 423-454 (com Alexandra Silva).
“Dos Rostos, Do Esquecimento”, Rua Larga. No. 6. Outubro de 2004.
“Beckham versus V. I. Lenine”, Via Latina. Série VI, no. 1, 2004, pp. 18-26.
“Assim como em Despina”, Rua Larga. No. 3. Janeiro de 2004.

2003
O Poder da Imaginação. Juventude, Rebeldia e Resistência nos Anos 60. Coimbra, Angelus Novus.
“A cidade e a memória na intervenção estudantil em Coimbra”, Revista Crítica de Ciências Sociais. No. 66. Outubro de 2003. pp. 151-163.
Colaboração na História Militar de Portugal, ob. colectiva, vol. II, dir. de António M. Hespanha, Lisboa, Círculo de Leitores.
“Temas e problemas da história do presente”, in A História Tal Qual se Faz, coord. de José d’Encarnação. Lisboa, Edições Colibri – Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra, pp. 225-236.

2002
“Geografia instável de uma cultura juvenil de oposição”, Estudos do Século XX, Coimbra, 2, pp. 167-195.
“A resistência interna à Guerra Colonial”, História, no. 51, III série, Dezembro, pp. 40-47.
“Che Guevara – Um rosto sem retoques”, História, no. 49, III série, Outubro, pp. 74-76.
“As Esquerdas e a oposição à Guerra Colonial”, A Guerra do Ultramar: Realidade e Ficção. Actas do II Congresso sobre a Guerra Colonial, Lisboa, Editorial Notícias, pp. 293-313.
“Sobre a história como poética”, in As Oficinas da História, coord. de José d’Encarnação. Lisboa, Edições Colibri – Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra, pp. 47-70.

2001
Folhas Voláteis. Crónicas digitais, Braga-Coimbra, Angelus Novus.
“Organização, prática e teoria da guerra”, in História de Portugal, dir. de A. H. Oliveira Marques e Joel Serrão, vol. VII, coord. de Avelino Menezes, Lisboa, Presença.
“Os olhos de Lippe. Guerra e mentalidade em Portugal no tempo de Pombal”, in O Século XVIII e o Marquês de Pombal. Actas do Colóquio, Oeiras-Pombal.

2000
A Pena de Marte. O discurso da guerra em Portugal e na Europa (sécs. XVI-XVIII), versão revista, Coimbra, MinervaCoimbra.
“Acerca da história como poética”, in Revista de História das Ideias, nº 20, Coimbra, pp. 59-86.
“Cibercultura e novas fronteiras da comunicação social”, in Rumo ao Cibermundo?, org. de Carlos Leone, Lisboa, Celta, pp. 115-139.

1999
“Sobre a Prática e a Ideia de Guerra em Portugal (sécs. XVI a XVIII)”, in Anuário Janus 1999-2000, Lisboa, O Publico.
“A biblioteca errante. Itinerários da leitura na era digital”, in Revista de História das Ideias, nº 19, Coimbra, pp 471-494.
“Portugal: a revolution that worked”, in The Irish Times, Dublin, 1999.

1998
“A história militar de Portugal. Estado da Questão”, em colaboração com Manuel F. Themudo Barata, Nuno Severiano Teixeira e João Gouveia Monteiro, in Bibliographie Internationale d’Histoire Militaire, t. 19, Berne, pp. 179-210.

1997
A Pena de Marte. O discurso da guerra em Portugal e na Europa (sécs. XVI-XVIII), Coimbra, Faculdade de Letras [dissertação de doutoramento].

1995
“Da Restauração às Guerras do Século XVIII”, in Portugal e os Conflitos Internacionais. Para uma história militar portuguesa, dir. de Manuel Themudo Barata e Nuno Severiano Teixeira, Lisboa, “Diário de Notícias”, pp. 61-72.

1993
“Literatura Militar da Restauração”, in Penélope, nº 9/10, Lisboa, Edições Cosmos, pp. 83-98.
“Organização e papel do Exército”, in História de Portugal, dir. de José Mattoso, vol. V (coord. de Luís Reis Torgal e João L. Roque), Lisboa, Círculo de Leitores, pp. 252-263.
“O espelho de Marte, ou a guerra como imagem”, in Revista de História das Ideias, nº 15, Coimbra, pp. 75-116.

1992
“Sobre a historiografia de temática militar”, in Portugal e a Europa – Séc. XVII a XX. Actas do III Colóquio e Dia da História Militar, Lisboa, Comissão Portuguesa de História Militar, pp. 301-309.
“A ferro e fogo. O lugar das armas na expansão portuguesa”, in Revista de História das Ideias, nº 14, Coimbra, pp. 195-232.
“Sobre Maquiavel”, in Mandrágora, programa desdobrável da peça de Maquiavel, encenado por Ricardo Pais e apresentado pela Escola da Noite, Coimbra, s.e.

1991
“Guerra e Poder em Portugal nos séculos XVII e XVIII: um projecto de história das ideias”, in Panorama e perspectivas actuais da História Militar de Portugal. Actas do II Colóquio, Lisboa, Comissão Portuguesa de História Militar, pp. 367-375.

1990
“Looking for a Baroque Military Look”, in Routes du Baroque. La Contribution du Baroque à la Pensée et à l’Art européen, actas do Colóquio Internacional “Caminhos do Barroco” (Queluz,1988), Lisboa, Secretaria de Estado da Cultura, pp. 95-103.

1989
“Elementos de um Barroco Militar”, in Revista de História das Ideias, vol. XI, Coimbra, pp. 113-127.
“Ser, Parecer: Aspectos do Corpo Barroco”, in Vértice, nº 17, Lisboa, Agosto, pp. 27-32.
“Metamorfoses do Reinado do Ouro”, in Claro-Escuro. Revista de Estudos Barrocos, nº 2-3, Lisboa, Maio-Novembro, pp. 35-40.
Dicionário de Arte Barroca em Portugal, dir. de José Fernandes Pereira, coordenação de Paulo Pereira, Lisboa, Presença (entradas Absolutismo, Etiqueta, Festa, Guerra, Luxo, Rei-Sol e Tourada).

1988
“A Segunda Vida da História Política”, in O Ensino da História, nº 5-6 (II série), Lisboa, pp. 50-53.
“Mecanismos Disciplinares do Exército Português (sécs. XVII-XVIII)”, in Arqueologia do Estado, vol. II, Lisboa, História & Crítica, pp. 1041-1058.

1987
D. João V. Poder e Espectáculo, Aveiro, Livraria Estante, 1987 (apresent. de Luís Reis Torgal).

1986
“D. João V, Rei-Sol”, in Revista de História das Ideias, vol. VIII, Coimbra, pp. 111-121.

1985
Caminhos da Utopia, texto policopiado, Coimbra, edição do autor [prova de aptidão pedagógica na FLUC].
D. João V e o Espectáculo do Poder, texto policopiado, Coimbra, edição do autor [prova de aptidão científica na FLUC].

1982
As Comemorações Pombalinas de 1882, catálogo da exposição documental (Dezembro de 1982), Coimbra, n. n. (co-autoria de Carlos Santarém Andrade).
“O 1º Centenário Pombalino (1882). Contributo para a sua compreensão histórica”, in Revista de História das Ideias, vol. IV, tomo II, Coimbra, pp. 381-428.

Anúncios